btnHelp



Pagamento parcelado de contas pode aliviar o orçamento familiar

O acúmulo de contas do cotidiano somado com outros débitos estão comprometendo ainda mais o orçamento familiar, por esse motivo, o parcelamento é a melhor solução.

A pandemia do coronavírus trouxe a paralisação de diversos setores da economia, muitos trabalhadores acabaram ficando desempregados e os autônomos tiveram uma diminuição na renda. Com todos estes fatores, aumentaram as dificuldades de cumprir com os pagamentos de várias contas. 

Com a dificuldade em cumprir esses pagamentos de forma integral, o acúmulo de contas do cotidiano somado com outros débitos estão comprometendo ainda mais o orçamento familiar, por esse motivo, o parcelamento é a melhor solução e consegue trazer um alívio para os cidadãos. 

A alternativa ameniza o orçamento familiar, pois o cidadão pode somar os débitos não pagos, organizar uma prestação que caiba no bolso e quitá-los de forma parcelada. Atualmente, já é possível parcelar contas de água, luz e fatura de cartão de crédito, em até 12 vezes no cartão de crédito. 

Além desses débitos citados, a empresa Vamos Parcelar oferece uma plataforma online para pagar esses impostos e qualquer outra conta no cartão de crédito, desde que tenha o boleto.

Como parcelar esses débitos online? 

Para efetuar o parcelamento basta entrar no site, escolher a condição de pagamento online e selecionar sua região. A empresa está presente em todos os estados. Se o seu débito for referente ao carro, após selecionar o local desejado será necessário informar e-mail, placa e renavam do veículo. 

Caso a opção de parcelamento online não apareça seu estado, basta entrar em contato com a nossa unidade de atendimento digital que as colaboradoras auxiliam no pagamento pelo whatsapp. Nessa modalidade é possível parcelar qualquer débito, no momento da operação é gerado um link de pagamento para o usuário. 

O parcelamento inclui taxa de serviço, que varia de acordo com o número de parcelas, a baixa no débito será feita em até 48 horas.

Migalhas, 21 de maio de 2020